quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Eu não consigo ser só punk o tempo inteiro.


Dibujando Wander Wildner


Depois de Robert Crumb desenhar os primeiros capítulos da Bíblia, Iggy Pop lançar um CD de Jazz e Bob Dylan gravar um disco de Natal, o nosso destemido bardo punkbrega está lançando agora um álbum assumidamente folk. Com a mochila sempre à mão e pronto para partir, Wander Wildner, ex-vocalista dos Replicantes, andou perambulando pelo mundo, de Berlim à Montevideo e Buenos Aires, em busca de novas inspirações resultando no seu novo Caminando y Cantando, um disco acústico, com diversos violões, cordas, cornetas, arranjos bem trabalhados e interpretações de cações inesperadas como A Palo Seco de Belchior ou puramente românticas como A Razão do Meu Viver de Sergio Luffing, deixando bem claras as suas influências setentistas.



Na minha opinião, os dois grandes hits dessa safra são Pra Ti Juana de Marcelo Guimarães e Boas Notícias do Gustavo "Kaly". Canciones que grudam nas orelhas e não soltam mais. Eu devo tê-las ouvido algumas centenas de vezes enquanto desenhava e me inspirava para a concepção visual do CD, que além de meus desenhos, leva também em seu encarte uma fina ilustração do cartunista e ilustrador Eloar Guazzelli.
Para escutar o álbum no myspace clique aqui.
Para visitar o site do Wander e saber onde e quando vão ser os shows de lançamento clica .
Buenas escuchadas amigos!

3 comentários:

Ferd Martins disse...

Bem legal a capa!!! Sou fã do vocal do Wander nos replicantes "Mas nossos filhos serão mutantes, Queria tudo como era antes..."

Parabéns Koostella trabalho muito bom!!!

koostella disse...

Valeu, Ferd!

Rafael disse...

Iria ficar massa uma camiseta com essa estampa.