sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Filhotinho de cruz credo.


Ao ler comentários, geralmente de brasileiros, em blogs, youtube e outros sites onde é permitido o anonimato, percebe-se que o maior número simpatizantes da extrema direita podem não se restringir apenas aqueles que se filiam à partidos como o NPD da Alemanha ou o SVP da Suíça. É fácil imaginar que a internet abrigue hoje o maior rebanho de nazistas de armário, como aqueles muleques que picham suásticas na latrina e marcam encontros deixando recados obscenos em portas de banheiros públicos.